Nossa História

 

Partindo do sonho de um grupo de pessoas que reconhece e acredita que a educação é um dos caminhos que transforma uma sociedade, decidiram criar uma ASSOCIAÇÃO voltada para educação, cultura, esporte e cursos profissionalizantes básicos em áreas de situação de vulnerabilidade social.

Vivenciando a triste realidade na deficiência da educação brasileira e nos valores da sociedade, resultando no aumento da criminalidade, problemas sociais, desigualdades e violência, despertou o interesse deste grupo de pessoas em mudar a realidade em que vivem, desenvolvendo por meio da ASSOCIAÇÃO ESTAÇÃO DO BEM, atividades socioeducativas com orientação para a cidadania, esportivas, culturais, cursos profissionalizantes e o fortalecimento de vínculos familiares, com intuito de promover e garantir o direito a segurança e a integração da família na sociedade, despertando a autoestima e esperança de uma vida melhor.

fachada-estacao-do-bemO Projeto iniciou na comunidade Jardim Nova Rio Claro, na cidade de Rio Claro/SP, atendendo inicialmente 20 famílias e 35 crianças com faixa etária de 3 a 14 anos em horário inverso ao da escola.

Nosso trabalho se resume em desenvolver crianças e jovens em cidadãos responsáveis, éticos, conscientes, comprometidos com a sociedade, inclusão social e fortalecimento de vínculos familiares, garantindo dignidade humana e uma nova perspectiva e esperança de vida

O objetivo é promover inclusão das crianças e família na sociedade, garantindo direitos e proteção com bases e diretrizes da CFB, LOAS, CNAS, ECA e outros órgãos que promovem e assegurem os direitos da pessoa humana.

 

Pleitear parcerias com o poder público e instituições civis para garantir a estabilidade e funcionamento das atividades proposta no cronograma da associação, com recursos humanos e aquisição de materiais, destinados ao atendimento da criança e do adolescente bem como aos seus familiares, se houver necessidade.

Se esforçar para apoiar e oferecer caminhos que solucionam problemas das famílias assistidas pela associação, encaminhando-as a órgãos e instituições que oferecem apoio, no sentido de valorizar a família objetivando a inclusão no mercado de trabalho, inclusão social e de necessidades básica da família.